Publicado em 30/12/2020.

Por Maria Fernanda Romero (INCQS/Fiocruz)

banner intranet resultado edital

Dois projetos do INCQS foram recomendados no Edital Inova Gestão, programa promovido pela Vice-Presidência de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz (VPPIS): o 'Rede Conecta Conhecimento', coordenado por Elaine Lucia da Silva, do Serviço de Gestão do Trabalho (SGT); e o 'Monitor do Portfólio INCQS', de Eduardo Henrique de Arruda Santos, do setor de Assistência Técnica de Projetos Institucionais da Vice-Diretoria de Vigilância Sanitária (VDVisa). O Inova Gestão, lançado em setembro deste ano, faz parte do Inova Fiocruz.

A iniciativa busca selecionar e apoiar projetos que venham propor novas ideias e diferentes soluções de gestão que façam a diferença e possam contribuir de forma efetiva nos processos finalísticos da instituição. As propostas poderão impactar significativamente no desenvolvimento de novos produtos e serviços de gestão, no mapeamento de tendências e novas tecnologias aplicáveis à área e na melhoria dos processos.

'Rede Conecta Conhecimento'

De acordo com Elaine Lucia da Silva, do SGT/INCQS, o projeto 'Rede Conecta Conhecimento' consiste na criação de uma plataforma colaborativa das redes de colaborações científicas da Fiocruz.

"Vamos investigar quais são as redes de colaborações científicas da Fundação, e como interagem e relacionam-se. Observaremos se essas redes são de fato colaborativas para a melhoria de resultados. A partir deste diagnóstico, criaremos a plataforma com o intuito de dar transparência ao trabalho das redes de colaboração científicas. Pretendemos fazer também um recorte em algumas redes de pesquisa para mapear as competências e os conhecimentos destes os grupos", explica.

Segunda a servidora, a Fiocruz é uma das raras instituições a reunir os principais elementos da cadeia de inovação (geração, conversão e difusão de ideias), desde a bancada de laboratórios às atividades de pesquisa biomédica e social.

"Todas, de certa forma, possuem ambientes colaborativos. Porém, há uma fragmentação na instituição que dificulta estratégias institucionais integradoras, aplicada principalmente aos processos estratégicos, como Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação que promovam uma agenda de prioridades para gerar novas tecnologias e atender às demandas dos problemas nacionais de saúde, e consequentemente do desenvolvimento econômico para o país", argumenta Elaine Lucia.

'Monitor do Portfólio INCQS'

Construir solução de gestão e monitoramento do portfólio institucional, através da criação de base de informações gerenciais a partir dos acervos (físicos e eletrônicos), rotinas (metodologia e trabalho) e executores (perfis e hierarquia) dos projetos, programas e serviços especiais do INCQS. Esse é o objetivo do 'Monitor do Portfólio INCQS', de Eduardo Henrique de Arruda Santos, da VDVisa/INCQS.

Associado à esse objetivo está o de compartilhar a experiência junto a Rede de Escritórios de Projetos da Fiocruz e identificar elementos para a gestão do conhecimento do Projeto. Eduardo Arruda acredita que o projeto é importante, porque pretende viabilizar uma visão integral das ações projetizadas e programáticas do instituto que expresse sua identidade e movimentação estratégica.

"Para desenhar o futuro é preciso saber como anda o nosso presente através dos conjuntos des iniciativas em curso. E isto só é possível a partir das informações produzidas no dia a dia. Estabelecer uma dinâmica de agregação e sistematização das informações torna possível, inclusive, a análise da trajetória do instituto em suas diferentes e múltiplas frentes no campo analítico-laboratorial em Vigilância Sanitária. Será uma ferramenta muito útil tanto para a análise e decisão estratégica, como para as suas diferentes áreas e frentes de atuação", detalha.

De acordo com o servidor, o projeto se inicia em março de 2021 e tem sua conclusão prevista para outubro deste mesmo ano.