Publicado em 27/11/2020.

Por Maria Fernanda Romero (INCQS/Fiocruz)

O trabalho intitulado como 'Avaliação da citotoxicidade de cepas de Cronobacter spp. isoladas de alimentos e de origem clínica em diferentes linhagens celulares', de Paula Vasconcelos Costa, bolsista de Iniciação Científica do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), vinculada ao INCQS, recebeu menção honrosa na XXVI Semana de Microbiologia e Imunologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O objetivo deste projeto foi avaliar o potencial citotóxico de cepas de Cronobacter frente as linhagens celulares de origem animal e humana. De acordo com Paula Vasconcelos, as análises revelaram que compostos citotóxicos produzidos por esta bactéria induzem características de morte celular.

"A presença de cepas que podem produzir citotoxinas em alimentos representa uma ameaça potencial à saúde humana, principalmente ao preparar alimentos para bebês, idosos, pessoas imunissuprimidas ou adultos com alguma patologia prévia. Esses resultados fornecem insights sobre a patogênese em todo o gênero", explica a aluna.

O trabalho é fruto da parceria entre o Setor de Cultura de Células do Laboratório de Vacinas Virais, Biofármacos e Cultura de Células do Departamento de Imunologia (DI) e o Laboratório de Alimentos do INCQS. O projeto teve como coautores: Raquel M. Siqueira, Luiza Vasconcellos, Victor Midlej, Stephen J. Forstythe, e Anna Christina R. Guimarães (DI/ INCQS) e Marcelo Luiz Brandão. 

A XXVI Semana de Microbiologia e Imunologia foi realizada em outubro, pelo Instituto de Microbiologia Paulo Góes (IMPG) da UFRJ.

Leia o artigo aqui (em inglês).

IMG 20190829 150035951Paula Vasconcelos Costa na Jornada Científica do INCQS em 2019.

(Foto: Pedro Paulo Gonçalves DIR/ INCQS)