NOTÍCIAS 2020

17º SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (SNCT) 2020

17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia SNCT 2020

Artigos de saúde: Os artigos de saúde voltados para atendimento à pandemia, como: máscaras cirúrgicas, respiradores particulados, luvas e protetores faciais, correspondem atualmente à 36% da demanda total do Setor de Artigos de Saúde, do Departamento de Química, do INCQS. A afirmação foi feita por Renata Vale, coordenadora do Núcleo Técnico de Artigos de Saúde (NT AS) do INCQS e egresso do PPGVS, durante a participação do instituto na 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT).

Cosméticos e Saneantes: O responsável pelo Setor de Cosméticos e Saneantes do INCQS/Fiocruz, Leonardo de Souza Lopes, egresso do PPGVS, apresentou um painel temático sobre o uso destes produtos, em especial aqueles à base de álcool etílico 70%, como o álcool na forma de gel, para a prevenção da contaminação do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Sangue e Hemoderivados: Integrante do Laboratório de Sangue e Hemoderivados do INCQS/Fiocruz, Raimundo Ismael Freitas de Maria, que é aluno do curso de Residência Multiprofissional em Saúde na Área de Vigilância Sanitária com Ênfase na Qualidade, palestrou sobre as análises prévias do controle da qualidade dos kits de diagnóstico da Covid-19. O painel temático foi realizado em 22 de outubro e integrou a programação da 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT).

Produtos Biológicos: Responsável pelo Setor de Produtos Biológicos do Departamento de Química (DQ) e egresso do PPGVS, Ozéias de Lima Leitão, abriu a participação do INCQS apresentando como o instituto está conduzindo as questões dos produtos biológicos para o combate da Covid-19. Na apresentação, foram indicadas as tecnologias e métodos utilizados atualmente nos ensaios para investigar a segurança e qualidade dos produtos biológicos. O setor é o responsável pelas avaliações de vacinas, soros hiperimunes e medicamentos biológicos.

1º CONGRESSO ONLINE BRASILEIRO DE TECNOLOGIA DE CEREAIS E PANIFICAÇÃO (CBCP)

cbcp 2020O trabalho 'Análise de resíduos de agrotóxicos em arroz comercializado no Brasil', de autoria de Angélica Castanheira de Oliveira (discente do PPGVS), Luisa Figueira Quintão (Residente do PPGVS) Vanessa da Silva Santos, Dra. Maria Helena Wohlers Morelli Cardoso (docente do PPGVS) e Dra. Lucia Helena Pinto Bastos, foi publicado nos anais do CBCP 2020 no formato de ebook.

O CBCP é um encontro de caráter técnico-científico, com abrangência nacional, realizado pela Universidade Federal de São João Del-Rei, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Embrapa Milho e Sorgo e Embrapa Agroindústria de Alimentos.

 

DOUTORANDOS DO PPGVS MINISTRAM CURSO DE INVERSO: DIVULGAÇÃO DO PROGRAMA,
PRÁTICA DE ENSINO E COMPARTILHAMENTO DO SABER

fbae5982b88f8bcff3d9efe70bb9daecEstudantes do doutorado acadêmico do PPGVS têm a oportunidade de aplicar os conhecimentos adquiridos nas aulas e atividades, trabalhar a construção programática e a didática de um curso, e vivenciar a prática de ensino por meio de cursos de inverno e cursos de verão ministrados pelos próprios alunos, sob a supervisão de docentes do Programa, e oferecidos à comunidade, principalmente a alunos universitários, por meio do Campus Virtual da Fiocruz.

Os cursos mais recentes desta modalidade foram ministrados de 03 a 07 de agosto: Introdução ao gerenciamento de referências, ministrado pelo doutorando Gladson Curcio Viana, e Alimento x produto alimentício – aplicações práticas em tempos de pandemia da Covid-19, ministrado pelas doutorandas Priscila Rodrigues de Jesus e Katia Laine Magalhães do Couto, através da plataforma Zoom.

SETOR DE SANGUE E HEMODERIVADOS: GRANDES APRENDIZADOS E DESAFIOS COM A
COVID-19

desafio covid 19A pandemia do coronavírus tem fomentado diversos desafios mundiais na saúde pública para o seu enfrentamento. A egresso do PPGVS, Dra. Marisa Coelho Adati, chefe do Laboratório de Sangue e Hemoderivados do INCQS e sua equipe, que conta com discentes do PPGVS, estão à frente das análises de controle da qualidade dos testes rápidos da Covid-19. E para atender o aumento de demanda, a equipe do laboratório teve que se reinventar diante das limitações de segurança e prevenção impostas para o trabalho.

 

EGRESSO DO PPGVS RECEBE PRÊMIO CAPES DE TESE 2020

BANNER DESTAQUE PRAZO PREMIO CAPESA tese “Poluentes químicos e biológicos em ambientes aquáticos e seus impactos na estrutura e no resistoma móvel de comunidades microbianas”, do egresso do PPGVS Kayo Cesar Bianco Fernandes, e sob a orientação da Dra. Maysa Beatriz Mandetta Clementino, recebeu menção honrosa no Prêmio Capes de Tese 2020.

 

 

INCQS RENOVA ACORDO COM MCTI E SEGUE SENDO UM DOS LABORATÓRIOS CENTRAIS DA
REDE NACIONAL DE MÉTODOS ALTERNATIVOS (RENAMA)

Renama renovaoO INCQS/Fiocruz foi convidado a continuar sendo um dos laboratórios centrais da Rede Nacional de Métodos Alternativos (Renama) na estrutura organizacional da rede, relacionada a gestão. A renovação do acordo junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) aconteceu em reunião entre o diretor do Instituto, Dr. Antonio Eugenio de Almeida, e o coordenador geral de Saúde e Biotecnologia, do Departamento de Programas de Desenvolvimento Científico do MCTIC, Dr. Thiago de Mello Morais.

O INCQS indicou a vice-diretora de Ensino e Pesquisa e docente do PPGVS, Dra. Silvana do Couto Jacob, como sua representante. Além do Instituto da Fiocruz, os outros dois laboratórios centrais seguem sendo, também a convite, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio).

Criada no âmbito do MCTIC, a Rede é composta por laboratórios centrais e laboratórios associados, que utilizam sua infraestrutura laboratorial e de recursos humanos especializados na busca para implantar métodos alternativos ao uso de animais e para desenvolver e validar novos métodos no Brasil. Seu trabalho se firma no princípio dos 3Rs: Replacement, Reduction and Refinement (substituição, redução e refinamento).

 

NOTÍCIAS 2019

EGRESSO DA PÓS-GRADUAÇÃO DO INCQS É AGRACIADO COM MENÇÃO HONROSA NO PRÊMIO OSWALDO CRUZ DE TESE 2019 

premio oswaldo cruz tese medalha VSchall imagem materiaDr. Kayo Cesar Bianco Fernandes, egresso do Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária (PPGVS) do INCQS/Fiocruz teve sua tese agraciada com menção honrosa no Prêmio Oswaldo Cruz de Teses 2019, na área ‘Ciências Biológicas aplicadas à Saúde e Biomedicina’.

A tese intitulada “Poluentes Químicos e Biológicos em Ambientes Aquáticos e seus Impactos na Estrutura e no Resistoma Móvel de Comunidades Microbiana” foi defendida em 26 de fevereiro deste ano, sob a orientação da Dra Maysa Beatriz Mandetta Clementino.

INCQS MINISTRARÁ CURSOS PARA PROFISSIONAIS DO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE PESQUISA DO ESTADO DE SEGIPE 

 imagesEm conformidade com a política institucional de atualização e capacitação de profissionais da vigilância sanitária de todo o país e com o princípio do Sistema Único de Saúde (SUS) de descentralização das ações, o PPGVS/INCQS irá ministrar cursos e treinamentos para técnicos do Instituto Tecnológico de Pesquisa do Estado Sergipe (ITPS). A parceria foi estabelecida no dia 15 de agosto de 2019. Alguns desses cursos terá a participação de discentes e/ou egressos.

CURSO SOBRE CÓDIGOS SANITÁRIOS NO ESPIRITO SANTO

 novo código da VGSeguindo o princípio de descentralização do Sistema Único de Saúde (SUS), o Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária (PPGVS/INCQS) ministrou o curso de capacitação profissional “Códigos Sanitários” em Cachoeiro de Itapemirim no Espírito Santo, em 2019.

Destinado a 76 técnicos de 26 municípios do Espírito Santo, o treinamento teve como objetivo estimular os municípios a atualizarem seus códigos sanitários, que regulamentam as ações da vigilância na área, de modo a promover a oferta de produtos e serviços seguros ao consumidor, atuar na prevenção de zoonoses e zelar pelas condições de salubridade em ambientes de uso coletivo torna-se um desafio cada vez maior.

O curso foi ministrado pela aluna de mestrado profissional, Rosângela Diniz e sob a orientação das doutoras Michele Feitoza e Katia Leandro, docentes do PPGVS.

MEDICINA TROPICAL: DETECÇÃO DE TRYPANOSOMA CRUZI EM ALIMENTOS

 Trypanosoma cruziUm evento histórico, com a realização simultânea do 55º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (MedTrop2019), 22ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses (ChagasLeish2019) e XXVI Congresso Brasileiro de Parasitologia aconteceu em Belo Horizonte (MG) no período de 28 a 31 de julho, representando um espaço ampliado de união e interação entre pesquisadores, gestores, professores, profissionais de saúde e estudantes de graduação e pós-graduação do Brasil e do mundo.

Dra. Renata Trotta, egresso do PPGVS e responsável pelo Laboratório de Microbiologia de Alimentos e Saneantes do Departamento de Microbiologia (DM), apresentou o trabalho intitulado “Detecção de Trypanosoma cruzi em amostras comerciais de açaí coletadas no RJ e PA”, em uma mesa redonda com o tema Highligths em transmissão oral pelo T. cruzi.

INCQS PRESENTE EM MOMENTO HISTÓRICO PARA A SAÚDE: 16º CONFERÊNCIA NACIONAL DE
SAÚDE

 2222Em 2019, a 16ª Conferência Nacional de Saúde (CNS), realizada em Brasília-DF, entrará para a História pela sua importância na defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), pelo enfoque no tema Democracia e Saúde, pela referência histórica à 8ª CNS, repetindo, inclusive, seus eixos temáticos: Saúde como Direito, Consolidação dos Princípios do SUS e Financiamento do SUS. Participaram da 16ª CNC, o diretor do INCQS e docente do PPGVS, Dr. Antonio Eugenio de Almeida, a chefe do departamento de Química, Adriana Sant´Ana; a pesquisadora e egresso do PPGVS, Dra.Janete Duarte e pelo discente do MP, Eduardo Arruda.

O USO DE TESTES COOMPORTAMENTAIS EM PESQUISAS CIENTÍFICAS COMO FERRAMENTAS
PARA INVESTIGAÇÃO TOXICOLÓGICA

Seminário avançado 6ºO histórico e os padrões de comportamento de animais em experimentos laboratoriais, sobretudo os roedores, podem fornecer conhecimentos e informações para a investigação toxicológica do ser humano, conforme explicou o egresso do PPGVS, Dr. Esdras Barbosa Garcia, na palestra “O uso de testes comportamentais em pesquisas científicas como ferramenta para investigação toxicológica”. A apresentação foi realizada no auditório do INCQS em 6 de junho, como parte da disciplina Seminários Avançados I, do Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária do (PPGVS).

 

 

 

I SEMINÁRIO BRASILEIRO DE SAÚDE MATERNO INFANTIL E POLUENTES AMBIENTAIS

PHOTO 2019 04 09 16 22 55 700x430A vice-diretora de Ensino e Pesquisa do INCQS/Fiocruz e docente do PPGVS, Dra. Silvana do Couto Jacob, apresentou a palestra “Fontes de exposição a metais em meio urbano” na Academia Nacional de Medicina. O evento teve como objetivo contribuir para o desenvolvimento do campo teórico e de pesquisas relacionado aos poluentes ambientais e seus impactos sobre a saúde das crianças desde a sua concepção.

 

13º REUNIÃO DO COMITÊ DO CODEX ALIMENTARIUS SOBRE CONTAMINANTES EM ALIMENTOS
2019

CodexA vice-diretora de Ensino e Pesquisa do INCQS/Fiocruz e docente do PPGVS, Dra. Silvana do Couto Jacob, esteve na Indonésia, em Yogyakarta, compondo a delegação brasileira que participou da 13ª Reunião do Comitê do Codex Alimentarius sobre Contaminantes em Alimentos.

Desenvolvido nos anos 60 pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), junto à Organização Mundial da Saúde (OMS), o Codex Alimentarius é um programa que visa à proteção à saúde dos consumidores e a garantia de práticas igualitárias no comércio de alimentos. Dra. Silvana Jacob compõe o Grupo de Trabalho (GT) brasileiro que discute os contaminantes em alimentos, coordenado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e participou diretamente da elaboração dos documentos-base de três temas discutidos na reunião. Além disto, o INCQS gerou os dados analíticos necessários para subsidiar a formulação de outros documentos que foram discutidos.

Nesta reunião, além do Brasil, estiveram presentes representantes de todos os países membros do Codex, dentre os quais exemplos Estados Unidos, Argentina, Chile, Austrália, Áustria, Bélgica, Holanda, França, Alemanha, Japão, Peru e Indonésia.

AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM BRUMADINHO

BrumadinhoEm 25 de janeiro de 2019, o mundo se chocou com o desastre ambiental em Brumadinho, Belo Horizonte, onde uma barragem de rejeitos de mineração pertencente à empresa Vale do Rio Doce se rompeu. Para calcular o risco de contaminação, o INCQS/Fiocruz está realizando ações de análises laboratoriais.

A atribuição foi conferida pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), juntamente com a Coordenação de Vigilância em Saúde e Laboratórios de Referência da Fiocruz, por ser o INCQS o laboratório do estado do Rio de Janeiro com condições de realizais essas análises.

A Dra. Silvana do Couto Jacob, vice-diretora de Ensino e Pesquisa (VDEP) do INCQS e docente do PPGVS é a coordenadora desse projeto de monitoramento e verificação da possibilidade do risco de contaminação após o contato endérmico dos bombeiros, animais e da população local com a lama oriunda do rompimento da barragem.

BOLSISTA DO PROGRAMA DE ESTÁGIO CURRICULAR (PEC) É PREMIADA EM EVENTOS
NACIONAL E LATINOAMERICANO DE FARMACOGNOSIA 2019

Logo do evento Farmacognosia

O trabalho premiado com Menção Honrosa, no XII Simpósio Brasileiro de Farmacognosia e XVII Simpósio Latinoamericano de Farmacobotânica, foi “Efeito ansiolítico e de hiperatividade da Passiflora incarnata sob o paradigma do Labirinto em Cruz Elevado e do Campo Vazado”, de Yasmin Pinheiro, bolsista do Programa de Estágio Curricular (PEC), sob a orientação dos docentes do PPGVS, Dr. Fabio Amendoeira e Dr. Fausto Ferraris.

COORDENADOR DE PESQUISA FAZ PALESTRA EM EVENTO INTERNACIONAL

SimposioInternacional Bio2018 768x432O coordenador de Pesquisa do INCQS e docente do PPGVS, Dr. Ivano de Filippis, apresentou a palestra Development of an identification system of Neisseria meningitidis, Streptococcus pneumoniae and Haemophilus influenzae in clinical samples, by qPCRHRM (Desenvolvimento de um sistema de identificação de Neisseria meningitidis, Streptococcus pneumoniae e Haemophilus influenzae em amostras clínicas, por qPCRHRM, no IV International Symposium on Immunobiologicals (ISI) e VII Seminário Anual Científico e Tecnológico (SACT).

O tema se refere a uma técnica de análise por amplificação em tempo real (polymerase chain reaction – PCR) dos genes alvo das bactérias que podem causar meningite, associada ao High Resolution Melting (HRM).

INCQS É UM DOS LABORATÓRIOS INDICADOS PELA ANVISA PARA AVALIAÇÃO INTERNACIONAL

Apresentação1

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pleiteia ser membro efetivo do Pharmaceutical Inspection Co-operation Scheme (PIC/S), grupo para harmonização do trabalho das agências reguladoras no mundo e para tanto, indicou o INCQS como laboratório a ser avaliado para atestar a sua capacidade analítica, pelo motivo do Instituto ser pré-qualificado na área de Medicamentos.

A indicação é um reconhecimento internacional do trabalho desenvolvido pelo Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), do qual o INCQS é parte importante.

O Pharmaceutical Inspection Co-operation Scheme (PIC/S) é um acordo cooperativo informal e não vinculativo entre autoridades reguladoras no campo das Boas Práticas de Fabricação (GMP) de medicamentos para uso humano ou veterinário. Atualmente o grupo engloba 52 participantes, provenientes de países de todo o mundo, envolvendo: Europa, África, América, Ásia e Australásia.

 

NOTÍCIAS 2018

PARCERIAS NAS ÁREAS DE FÁRMACOS, SOROS E VACINAS ENSINO E PESQUISA

FarO INCQS discutiu futuras cooperações com o Instituto Nacional de Salud do Peru (INS) nas áreas de fármacos, de soros e vacinas, de ensino e pesquisa.

Na área de ensino, o acordo consiste no oferecimento mútuo de cursos de atualização e capacitação. Já em fármacos, soros e vacinas, a parceria se volta a cooperações e intercâmbios de experiências em pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação.

COORDENADOR DA PÓS-GRADUAÇÃO DO INCQS PARTICIPA DE OFICINA LATINO-AMERICANA
SOBRE DOENÇA MENINGOCÓCICA

sabin mening logo rgb

A doença meningocócica, uma das principais causas de meningite e com grande potencial para produzir epidemias, foi tema da oficina latino-americana (Latin American Meningococcal Workshop) promovida pelo Instituto de Vacinas Sabin, juntamente com o Instituto Oswaldo Cruz (IOC/ Fiocruz) e a Escola de Medicina da Universidade Austral, da Argentina. O evento aconteceu nos dias 12 e 13 de dezembro, no Rio de Janeiro, e contou com a participação, em uma mesa redonda, do coordenador do Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária (PPGVS) do INCQS, Dr. Ivano de Filippis que falou sobre novas ferramentas moleculares para a vigilância da doença meningocócica na sessão intitulada “Modelos de Vigilância Epidemiológica”, moderada pela Dra. Lúcia Helena de Oliveira, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

Ele discorreu sobre o uso das análises genômicas para o diagnóstico e vigilância epidemiológica da doença na região. Este tipo de análise busca compreender as características genéticas do microrganismo, ao estabelecer a composição do seu genoma e associá-las à patogenicidade e à transmissão da doença.

“Foi um evento de grande importância para os países da América Latina, pois há poucos estudos em nossa região sobre essa doença devastadora e com grande potencial epidêmico. Tivemos a enriquecedora oportunidade de conhecer as experiências de nossos países vizinhos em relação aos mecanismos de transmissão e evolução da doença e assim, nos preparar para as possíveis mudanças epidemiológicas no Brasil, que já estão ocorrendo”, explicou.

O objetivo da oficina foi compartilhar os dados mais recentes e as práticas mais eficientes sobre a doença meningocócica na América Latina, no intuito de analisar a eficácia das estratégias de vigilância utilizadas atualmente, suas implicações para intervenções de controle e prevenção, e avaliar a efetividade das vacinas disponíveis. Também foi discutido um planejamento do programa de imunização, bem como estratégias de comunicação durante um surto.

INCQS NA REPÚBLICA DOMINICANA PARA A 9º ASSEMBLÉIA ORDINÁRIA DA REDE
INTERAMERICANA DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ALIMENTOS

RilaaA doutoranda do PPGVS Carla de Oliveira Rosas, chefe do Setor de Alimentos do Departamento de Microbiologia (DM) do INCQS, representou o Instituto em Santo Domingo, na República Dominicana, onde participou da 9ª Assembleia Ordinária da Rede Interamericana de Laboratórios de Análises de Alimentos (Rilaa/Infal), realizada entre 5 e 9 de novembro. 

No evento, Carla Rosas apresentou oralmente o trabalho “O Instituto Nacional de Controle da Qualidade em Saúde como Provedor de Ensaios de Proficiência”.

PROGRAMA FIOCRUZ DE FOMENTO À INOVAÇÃO: INOVA FIOCRUZ

INOVAO INCQS teve sete projetos aprovados em 2018 no Programa Fiocruz de Fomento à Inovação: Inova Fiocruz. sendo seis pertencentes a docentes ou egressos do Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária (PPGVS).

Os projetos aprovados foram:

- Avaliação do impacto de poluentes químicos na disseminação doresistoma microbiano e na saúde de ecossistemas aquáticos, por Maysa Mandetta Clementino, curadora da Coleção de Arqueas de Referência em Vigilância Sanitária e docente do PPGVS;

- Desenvolvimento de materiais de referência certificados para o controle da qualidade de ensaios em laboratórios de microbiologia de alimentos, por Silvia Lopes, chefe-substituta do Setor de Alimentos do Departamento de Microbiologia (DM) e e docente do PPGVS;

- Desenvolvimento de um sistema de identificação e genotipagem de Neisseria meningitidis, Streptococcus pneumoniae e Haemophilus influenzae em material clínico, por PCR-HRM, por Ivano de Filippis, coordenador de Pesquisa do INCQS e docente do PPGVS;

- Implantação da Plataforma Zebrafish INCQS/Fiocruz, por Renata Jurema, chefe do Laboratório de Fisiologia do Departamento de Farmacologia e Toxicologia (DFT) e egresso do PPGVS;

- Identificação e quantificação de nanopartículas em produtos de interesse sanitário utilizando “single particular” ICP-MS, por Lisia Gobbo dos Santos, chefe substituta do Laboratório de Alimentos, do Departamento de Química (DQ) e egresso do PPGVS;

- Avaliação da exposição da população às micotoxinas DON, 3-ADON, 15-ADON e DON-3-G pelo consumo de trigo e produtos a base de trigo no Brasil, por André Sartori, chefe do Laboratório de Alimentos do Departamento de Química (DQ) e egresso do PPGVS.

INCQS ATUA EM PROGRAMA NA ÁREA DE BANCO DE LEITE MATERNO

FOTO BRENO ESAKI SAÚDE DF 3 960x540O INCQS/Fiocruz desenvolve desde 2014 um projeto na área de bancos de leite humano (BLHs), em parceria com o Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz). O objetivo da parceria entre as unidades técnico-científicas da Fiocruz é assegurar a qualidade do leite humano que chega aos bebês, abrangendo um rigoroso processo de seleção, classificação e pasteurização, até que esteja pronto para ser distribuído com qualidade certificada. O PPGVS desenvolve dissertações e teses nesse tema de tamanha relevância para a saúde e desenvolvimento desses bebês.

INCQS CONTRIBUI COM CONSULTAS PÚBLICAS DA ANVISA

CPO INCQS/Fiocruz, como instituição científica com capacidade propositiva e de formulação de políticas públicas na área da saúde, tem participado ativamente de consultas públicas (CPs) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), encaminhando propostas e contribuições institucionais.

As consultas públicas são um canal de participação social importante, que costuma preceder a edição de atos normativos, e contribuem para a aferição do impacto de uma norma. As atividades têm sido lideradas pela vice-diretora de Vigilância Sanitária e docente do PPGVS, Dra. Célia Romão, pela assistente jurídica e professora de Direito e Regulação Sanitária do PPGVS, Dra. Patrícia Nobre.

De acordo com a Dra. Patrícia Nobre: “O objetivo é estabelecer no INCQS um fórum permanente de debates das consultas públicas da Anvisa para articular os conhecimentos que são construídos dentro do Instituto e propor questões estratégicas que contribuam para a vigilância sanitária, e para isso, a mobilização de todo instituto é fundamental, todos são importantes!”. Essas atividades são estendidas aos discentes do PPGVS, que contribuem com temas relacionados aos seus projetos de pesquisa.

ESTUDO PREMIADO DO PPGVS É APRESENTADO NO HEMO 2018

fanem hemo 2018Após ser vencedor do primeiro lugar na categoria Temas Livres do 21º Encontro de Administração e Qualidade/ Congresso Hemorio 2018, o estudo “Perfil regulatório das notificações de desvios da qualidade de dispositivos médicos de um hemocentro do Rio de Janeiro”, da discente Gleyce Carolina Cruz e sob a orientação das Dras. Michele Feitoza e Katia Leandro, foi apresentado no Congresso Brasileiro de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (Hemo) 2018. O evento aconteceu entre 31 de outubro e 3 de novembro, em São Paulo.

UNATED STATES PHARMACOPEIA MINIISTRA CURSO GRATUITO NO INCQS SOBRE "VALIDAÇÃO, VERIFICAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE MÉTODOS ANALÍTICOS"

usp compounding standards prepare care

A United States Pharmacopeia (U.S. Pharmacopeia) - Brasil, em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ofertou ao INCQS o curso Validação, Verificação e Transferência de Métodos Analíticos, no dia 13 de novembro. Mais de 50 pessoas, entre servidores, bolsistas, terceirizados e alunos do PPGVS participaram do curso.

 

 

CNPq APROVA PROJETO DO INCQS SOBRE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

ist home 1582055645

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) aprovou o projeto que consiste em um sistema de detecção rápida e de baixo custo de genes de resistência em bactérias causadoras de infecções sexualmente transmissíveis (IST) não cultiváveis a partir de material clínico por PCR em tempo real e High Resolution Melting (HRM). O estudo fez parte da chamada CNPq/MS-DIAHV Nº 11/2018, que tem por objetivo o desenvolvimento de pesquisas em vigilância, prevenção e controle das IST, HIV, AIDS e Hepatites Virais (HV).

O projeto coordenado pelo Dr. Ivano de Filippis, conta com a colaboração do Dr. Antônio Eugênio de Almeida, atual diretor da unidade, Debora Ribeiro, aluna de doutorado do PPGVS e Claudia Andrade, técnica do Departamento de Microbiologia (DM).

REGULAÇÃO DOS RESÍDUOS DE MEDICAMENTOS VETERINÁRIOS EM ALIMENTOS DE
ORIGEM ANIMAL

Bernadete Anvisa

A docente do PPGVS, Dra. Bernardete Ferraz Spisso, participou da reunião da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre o processo regulatório dos limites máximos de resíduos de medicamentos veterinários em alimentos de origem animal, realizada em 25 de outubro, em Brasília. O objetivo da reunião foi apresentar o documento base da regulamentação desta área, construído com subsídios das discussões do Grupo de Trabalho (GT) criado para este fim, do qual Dra. Bernardete faz parte. Participaram do encontro, organizado pela área de Alimentos da Anvisa, representantes das esferas de governo, do setor produtivo, de universidades e da sociedade civil.

ACESSO AO MEDICAMENTO PARA O TRATAMENTO DA HEPATITE C

hepatite cDe um lado, a necessidade de acesso da pessoa portadora de hepatite C ao sofosbuvir, fármaco para o tratamento da enfermidade. De outro, a incerteza das indústrias para produzir o medicamento diante das restrições imposta pela patente. Este tema, que tem ocupado os noticiários e é alvo de disputa jurídica, foi abordado na palestra Hepatite C: o direito à cura entre a saúde, o comércio e a mídia, ministrada pelo Dr. Jorge Bermudez, no INCQS e mediada por Dr. Antonio Eugênio Almeida, diretor do INCQS. A palestra teve a participação de profissionais da Fiocruz e alunos do PPGVS.

DISCENTE DO INCQS FALA EM SIMPÓSIO SOBRE A FORMULAÇÃO REGULATÓRIA DOS
PRODUTOS FITOTERÁPICOS DA ANVISA

Captura de Tela 2018 04 16 às 22.14.54

Eduardo Arruda, discente do mestrado profissional do PPGVS, apresentou seu trabalho no XXV Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil – SP, em setembro de 2018, abordando o processo recente de formulação regulatória da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre os produtos fitoterápicos. O evento teve como tema a necessidade de pesquisa, manipulação, produção, aproveitamento adequado e conservação das plantas medicinais utilizadas em território nacional.

PL DO VENENO EM DISCUSSÃO

Pl do VenenoO Projeto de Lei (PL) 6.299/02, denominado por setores da sociedade como “PL do Veneno”, foi tema do I Seminário do Grupo de Trabalho Técnico-Científico e Agroecológico Uerj (GT-TECA), em 27 de setembro, na própria universidade. No evento, a responsável pelo Setor de Resíduos de Agrotóxicos do Departamento de Química do INCQS (DQ) e egresso do PPGVS, Dra. Lucia Helena Bastos apresentou a mesa-redonda “Cenários brasileiros sobre resíduos de agrotóxicos em alimentos”. O seminário foi intitulado PL do Veneno: Uma conversa necessária à prevenção de doenças no Brasil, no qual, Dra. Lúcia Bastos discutiu questões relacionadas aos programas de monitoramento realizados no INCQS.

ESTUDANTES DA EPSJV VISITAM NOSSA UNIDADE

DSC01346Cerca de 25 alunos do ensino médio do curso de Qualificação de Vigilância Sanitária de Produtos (CQVISA) da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), da Fiocruz, visitaram o INCQS com o objetivo de conhecer a atuação do nosso instituto, a estrutura dos nossos laboratórios e os cursos oferecidos.

 

BOLSISTA E RESIDENTES APRESENTAM TRABALHOS NO II ENCONTRO DO GRUPO DE
PESQUISA EM INFECÇÃO E SEGURANÇA HOSPITALAR

Michele UFFQuatro trabalhos, desenvolvidos no Setor de Hemoderivados e Artigos de Saúde, foram apresentados oralmente no II Encontro do Grupo de Pesquisa em Infecção e Segurança Hospitalar - UFF/CNPq, em Niterói. As pesquisas foram: Análise de dispositivos médicos utilizados como insumos em laboratório de referência: uma estratégia para a pré-qualificação em processos licitatórios (Aline Silva de Moraes, residente - R1); Fios de sutura: perfil das queixas técnicas e proposta de ensaios para o controle da qualidade (Layz Santos Mars Carneiro, residente - R2); Perfil das bolsas de sangue submetidas ao registro sanitário no Brasil (Lidiane Simões da Silva Paulino – estagiária do Programa de Estágio Curricular/ PEC); e Qualidade das luvas certificadas no Brasil: um estudo de caso (Natália Helena de Azevedo Oliveira, residente R2).

TRABALHO DE DISCENTE DO PPGVS É PREMIADO NO HEMORIO

Hemorio 2

O trabalho “Perfil regulatório das notificações de desvios da qualidade de dispositivos médicos de um hemocentro”, da discente Gleyce Carolina Santos Cruz e orientação da Dra. Michele Feitoza Silva e Dra. Katia Leandro, foi o vencedor do primeiro lugar do 21º Encontro de Administração e Qualidade - Congresso Hemorio 2018. 

 

EVENTO INTERNACIONAL SOBRE CONTAMINANTES INORGANICOS

evento ILSI Brasil

A décima edição do evento Atualidades em Food Safety, promovido pela International Life Sciences Institute do Brasil (ILSI Brasil), realizado em São Paulo, teve a participação da Dra. Silvana do Couto Jacob, docente do PPGVS, que apresentou os resultados da ocorrência de contaminantes inorgânicos em produtos alimentícios, detalhou sobre as diretrizes do Comitê de Contaminantes do Codex Alimentarius para o ano de 2017-2018, que estabelece novos níveis máximos permitidos dos contaminantes em diversas categorias de alimentos.

ENCRONTRO COM PRESIDENTE DO CONSELHO DE PESQUISA DA COMUNIDADE EUROPÉIA

Ivano imagem

O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária (PPGVS) do INCQS, Dr. Ivano de Filippis, participou de um encontro com o presidente do Conselho Europeu de Pesquisa (European Research Council/ERC), juntamente com representantes das outras unidades da Fiocruz.

O objetivo do encontro foi apresentar à Fiocruz as oportunidades de financiamento oferecidas pelo ERC, que financia pesquisa de fronteira em todas as áreas do conhecimento, sendo uma das maiores agências financiadoras de pesquisa da Europa.

FIOCRUZ PRA VOCÊ: ENSINANDO AS CRIANÇAS SOBRE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Fiocruz pra voce 2018 site

Diversão e aprendizado sobre vigilância sanitária marcaram o estande do INCQS no Fiocruz Pra Você, evento infantil de vacinação, com música, brincadeiras e mostras promovido pela Fiocruz.

Na ocasião, as crianças se transformaram em “analistas de qualidade mirins” e participaram de atividades educativas como: lavagem das mãos, informações sobre corantes em alimentos e sobre animais peçonhentos, visualização das células através do microscópio, orientadas e coordenadas pelos profissionais do INCQS, docentes e discentes do PPGVS/INCQS.

REPRESENTAÇÃO NA FARMACOPÉIA BRASILEIRA

farmacopeia brasileira 5 edicaoDr. Antonio Eugênio de Almeida, diretor do INCQS e docente do PPGVS, ingressou como conselheiro da Farmacopeia Brasileira, na 12ª Reunião Ordinária do CD da Farmacopeia, realizada em 2018, na sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

 

PESQUISADOR DO PPGVS ESCLARECE IMPORTÂNCIA DE TRATAMENTO PREVENTIVO DE
DOENÇAS NEGLIGENCIADAS

Doenças Negligenciadas Principal

Em comemoração ao dia do infectologista, 11/04, Dr. Ivano de Filippis, coordenador do PPGVS, esclarece a população sobre prevenção de doenças infecciosas: “Qualquer doença causada por um agente infeccioso pode ser tratada por um infectologista. Atualmente no Brasil as doenças infecciosas mais comuns são as viroses transmitidas por mosquitos (dengue, zika, chikungunya, febre amarela), viroses respiratórias como a gripe, viroses infantis, bacterioses (tuberculose, meningites, pneumonias, infecções em feridas), micoses (fungos), diarreias causadas por vírus, protozoários, bactérias e helmintos (verminoses) e doenças sexualmente transmissíveis (DST), que são causadas principalmente por vírus e bactérias (AIDS, hepatite, gonorreia, sífilis, clamídia, herpes).

O papel do INCQS como controlador dos produtos empregados na prevenção e no tratamento de doenças na população, é de grande importância, pois a qualidade desses produtos é imprescindível para o sucesso do tratamento. Qualquer medicamento como uma vacina ou um antibiótico, precisa ter sua capacidade de atuação sobre o agente infecioso comprovada por um órgão público independente, para não haver dúvidas quanto à sua eficácia terapêutica. Além da eficácia, a toxicidade desse medicamento também precisa ser avaliada para não trazer mais problemas para o paciente. Com o desenvolvimento de novos fármacos e vacinas, é importante que o INCQS esteja sempre atualizado nos testes de Controle da Qualidade para garantir e promover a saúde da população.”

PESQUISADORES MINISTRAM CURSO SOBRE AVALIAÇÃO DE RISCO EM SANTIAGO DO
CHILE

Silvana 1

Os docentes do PPGVS, Dra. Silvana Jacob e Dr. Josino Costa Moreira ministraram o curso “Contaminação Ambiental e Saúde Pública – avaliação de riscos e impactos à saúde e aos ecossistemas” na Escola de Saúde Pública “Dr. Salvador Allende”, da Faculdade de Medicina da Universidade do Chile.

 

 

 

COORDENADOR DO PPGVS/INCQS CONCEDE ENTREVISTA AO VIVO À RÁDIO NACIONAL

Ivano

No dia 8 de janeiro de 2018, o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária (PPGVS), Dr. Ivano de Filippis, concedeu uma entrevista ao vivo à Rádio Nacional sobre o diagnóstico e caracterização das principais bactérias causadoras de meningites.

Na entrevista, que foi transmitida pelo programa Tarde Nacional, ele respondeu a questões sobre como é feito o diagnóstico da meningite, qual é a alternativa ao diagnóstico proposta por seu estudo - que pretende identificar principais bactérias causadora de meningite através da técnica de PCR em tempo real, - quais os impactos positivos dessa alternativa e em que fase o estudo se encontra, dentre outras.

 

NOTÍCIAS 2017

TESE DE DOUTORADO DO PPGVS É PREMIADA EM SIMPÓSIO DE FARMACOGNOSIA

unnamed

A pesquisa da doutoranda do PPGVS, Flavia Muylaert sobre “A atividade antialérgica e toxicidade do pó da pele do peixe Stephanolepis hispidus, espécie utilizada na medicina tradicional brasileira por populações caiçaras no tratamento da asma”, e sob a orientação dos docentes do PPGVS, Dr. Fabio Amendoeira e Dr. Fausto Ferraris, recebeu o prêmio de melhor trabalho do XI Simpósio Brasileiro de Farmacognosia e XVI Simpósio Latinoaméricano de Farmacobotânica, evento foi realizado em Curitiba.

PREMIAÇÕES NO XX ENCONTRO NACIONAL DE ANALISTAS DE ALIMENTOS (ENAAL) E NO
VI CONGRESSO LATINO AMERICANO DE ANALISTAS DE ALIMENTOS

ENAAL 2017Docentes e discentes do PPGVS participaram do XX Encontro Nacional de Analistas de Alimentos (ENAAL) e VI Congresso Latino Americano de Analistas de Alimentos, em Belém - Pará, e tiveram seus trabalhos premiados.

O melhor trabalho científico “Fumonisinas e fumonisinas mascaradas em milho e produtos à base de milho: desenvolvimento e validação de métodos analíticos por CLUE-EM/EM (cromatografia líquida de ultra eficiência)” foi da aluna de mestrado Nínive Alves Vieira de Matos, orientada por Dr. André Victor Sartori e Dra. Silvana do Couto Jacob.

No mesmo evento, discentes e docentes do PPGVS foram contemplados com certificados de Honra ao Mérito:

Desenvolvimento de método de triagem na identificação de anorexígenos, estimulantes e diuréticos não declarados na rotulagem dos suplementos alimentares e emagrecedores nacionais, da aluna de mestrado Julia Rodrigues M.P. dos Santos, orientada por Dr. Andre Luis Mazzei Albert e Dra. Katia Christina Leandro;

Desenvolvimento de material de referência para o controle interno de ensaios em microbiologia de alimentos, da aluna de doutorado Carla de Oliveira Rosas, orientada por Dr. Ivano de Fillipis;

Pesquisa de Cronobacter spp. em alimentos funcionais, identificação das espécies e avaliação do perfil de suscetibilidade a antimicrobianos, de autoria de Júlia Nunes Silva, Luiza Vasconcellos (aluna de mestrado), Valéria de Mello Medeiros, Carla de Oliveira Rosas (aluna de doutorado), Silvia Maria dos Reis Lopes, Ivano de Fillipis e Marcelo Luiz Lima Brandão, docentes do PPGVS;

Produção de material de referência de tetraciclina em leite, de Jônatas Vieira Grutes, aluno de mestrado, Marlene Ulberg Pereira, Mychelle Alves Monteiro, Rosana Gomes Ferreira, Marcus Henrique Campino de La Cruz, Rafaela Pinto da Costa, Felipe Stanislau Candido, Bernardete Ferraz Spisso e Armi Wanderley da Nóbrega, docentes do PPGVS.

PPGVS TEM CURSO INTERNACIONAL APROVADO NO EDITAL DA FIOCRUZ

Curso de curta duro Novas abordagens na anlise de resduos de agrotxicos em alimentos gua e meio amienteA proposta do curso internacional “Novas Abordagens na análise de resíduos de agrotóxicos em alimentos, água e meio ambiente” foi aprovada pela Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação (VPEIC) no Edital de apoio a cursos de curta duração com abrangência internacional – 2017.

O curso será ministrado no INCQS pelo professor Dr. Horácio Heizein, da Universidad de la República (Uruguai), para os profissionais e discentes da Fiocruz, contribuindo para a internacionalização do PPGVS e fortalecendo o intercâmbio com a Universidade do Uruguai. A coordenação será das Dras. Maria Helena Wohlers Morelli Cardoso e Dra. Lucia Helena Pinto Bastos.

 

PALESTRA DO DR. JIRI BAREK - DO UNESCO LABORATORY OF ENVIRONMENTAL
ELECTROCHEMISTRY, CHARLES UNIVERSITY

 Jiri Barek16 3 2017A palestra organizada pelo PPGVS sobre “Applications of Electroanalytical Methods In Environmental and Human Analisys”, ministrada pelo Dr. Jiri Barek, chefe do Unesco Laboratory of Environmental Electrochemistry e professor da Charles University, Praga, República Tcheca, teve a participação de docentes e discentes do PPGVS e dos profissionais da Fiocruz.

 

 

 

 

NOTÍCIAS 2016

PPGVS/INCQS OBTÉM SEU TERCEIRO PRÊMIO CAPES

Prêmio Capes de Tese 2020Com apenas 15 anos de existência, o Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária-PPGVS/INCQS obtém seu terceiro prêmio da Capes!

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior laureou o egresso Cristiane Caldeira com Menção Honrosa no Prêmio Capes de Tese 2016, da Área Interdisciplinar com a tese “Avaliação da contaminação pirogênica em soros hiperimunes e ambientes sujeitos a Vigilância Sanitária: comparação dos métodos in vitro e in vivo aplicados ao controle da qualidade, sob a orientação da Dra. Isabella Delgado (vice-diretora de Ensino e Pesquisa do INCQS) e Dra. Aurea Lages de Moraes, do IOC/Fiocruz. O resultado foi publicado no Diário Oficial da União de 10 de outubro de 2016, seção 1, páginas 18 a 21, Portaria n° 170, de 6 de outubro de 2016.

PPGVS NO CONCURSO CURTA VISA

logoO concurso de vídeos em Vigilância Sanitária-Curta Visa, uma articulação de várias entidades da área, sob a coordenação do INCQS foi realizado no 7º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária - Simbravisa, Salvador, Bahia.

O segundo lugar foi para os alunos Magno Maciel e Vanessa Lorena Freitas, pós-graduandos do Mestrado em Vigilância Sanitária do INCQS, com o vídeo “O Farmacêutico e a Turista Rica”, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FBLHg4NN96s

 

PALESTRA INTERNACIONAL "HUMAN ON A CHIP"

Human on a chipA palestra internacional "Human on a chip" ministrada pela pesquisadora Dra. Katharina Schimeck da Universidade Técnica de Berlim teve a participação dos discentes e docentes do PPGVS e profissionais do INCQS.

O trabalho “Análise de resíduos de agrotóxicos em arroz comercializado no Brasil”, de autoria de Angélica Castanheira de Oliveira (discente do PPGVS), Luisa Figueira Quintão (Residente do PPGVS), Vanessa da Silva Santos, Dra. Maria Helena Wohlers Morelli Cardoso (docente do PPGVS) e Dra. Lucia Helena Pinto Bastos, foi publicado nos anais do CBCP 2020 no formato de ebook.

O CBCP é um encontro de caráter técnico-científico, com abrangência nacional, realizado pela Universidade Federal de São João Del-Rei, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Embrapa Milho e Sorgo e Embrapa Agroindústria de Alimentos.