Publicado em 10/03/2020.

Por Penélope Toledo (INCQS/Fiocruz)

Imagem: Mariana Queiroz (INCQS/ Fiocruz)

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, o INCQS/Fiocruz contou com a participação da delegada Martha Rocha para discutir o Feminino na atualidade, além da especialista em empreendedorismo na ciência Mariana Bottino e da professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Eugênia Zandona que falaram, respectivamente, sobre Mulheres na Ciência e Maternidade na Ciência. O evento foi em 10 de março, no auditório Sérgio Arouca.

A atividade foi dividida em dois blocos. No primeiro, Mariana Bottinofalou sobre empreendedorismo na ciência, como produtos criados a partir da pesuqisa científica, registro de patentes, parcerias entre academia e empresas, e aplicação prática dos conhecimentos.

No mesmo bloco, a professora Eugênia Zandona, que é representante do Parent In Sciencevão, discutiu as dificuldades na maternidade das mulheres cientistas, a queda na produção de artigos científicos, os critérios de produtividade, as desigualdades entre homens e mulheres como palestrantes, participantes de congressos e na concessão de bolsas de estudo e outras formas de financiamento, principalmente quando envolve valores altos.

Já o segundo bloco foi apresentado pela delegada Martha Rocha, que abordou, com dados estatísticos, leis e narrativa de suas experiências, temas como: assédio, feminicídio, feminismo, mulheres na política, mulheres em reclusão de liberdade e mulheres trans, dentre outros.