Publicado em 28/01/2020.

Por Penélope Toledo (INCQS/Fiocruz)

Foto: Arquivo Pessoal

O diretor do INCQS/Fiocruz, Antonio Eugenio de Almeida, o coordenador do Núcleo Técnico de Medicamentos (NT MED), Thiago Santana Novotny, e a chefe do Laboratório de Medicamentos, Cosméticos e Saneantes, Mychelle Alves Monteiro, participaram de reunião na sede da United States Pharmacopeia–Brazil (USP) em 16 de janeiro, em São Paulo. Em pauta, o fortalecimento dos programas de monitoramento de produtos sujeitos à vigilância sanitária.

O encontro foi dividido em dois momentos, sendo que no primeiro, foram discutidas as atividades do Laboratório de Padrões de Referência e Avaliação de Padrões de Referência da USP; a campanha Medicines we can trust (Medicamentos em que podemos confiar), as prioridades, desafios e necessidades para o avanço do programa de monitoramento no Brasil; e o fornecimento de padrões de referência da USP para o Programa Nacional de Verificação da Qualidade de Medicamentos (Proveme) e outros programas de monitoramento nacionais.

Já no segundo momento, houve debate sobre as atividades de USP Education, necessidades de cursos na área, Promoção da Qualidade dos Medicamentos (PQM), ferramentas utilizadas para triagem, auxílio da USP nos programas de monitoramento e definição dos próximos passos da Pharmacopeia.

Os representantes do INCQS se atualizaram sobre as informações da USP e dados gerais, bem como compartilharam as questões do Instituto e transmitiram suas demandas e especificidades. Eles também participaram de uma visita aos laboratórios da USP-Brazil.

“O INCQS apresentou um documento com as demandas internas e do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária para o fortalecimentos dos programas analíticos. E com a apresentação dessas demandas principalmente relacionadas a projetos firmados com a Anvisa, a USP se comprometeu em promover dois eventos de suma importância para o nosso trabalho, um sobre a presença de impurezas de nitrosaminas em medicamentos e um outro sobre Cannabis”, explicou Mychelle.

“Debater e encaminhar ações de monitoramento de produtos, com vistas ao controle de sua qualidade, é uma boa forma de começar o ano. Além disso, foi uma forma de fortalecer a parceria do INCQS com a United States Pharmacopeia–Brazil e com as demais instituições participantes da reunião”, completou o diretor do INCQS, Antonio Eugenio de Almeida.

Participaram do evento, além do INCQS e da USP-Brazil, representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mais especificamente, da Gerência Geral de Conhecimento, Inovação e Pesquisa (GGCIP) e da Gerência de Laboratórios de Saúde Pública (Gelas); e da Farmacopeia Brasileira.

O INCQS já está adquirindo alguns padrões de referência solicitados pelas áreas envolvidas.