Publicado em 04/11/2019.

Por Penélope Toledo (INCQS/Fiocruz)

Foto: Pedro Paulo Gonçalves (INCQS/ Fiocruz)

O diretor do INCQS, Antonio Eugenio de Almeida, concedeu uma entrevista ao programa Ligado em Saúde, do Canal Saúde, para falar sobre o papel do INCQS/Fiocruz no controle da qualidade das vacinas em todo o Brasil, antes que sejam encaminhadas para o uso da população.

Em sua fala, Antonio Eugenio explicou que as vacinas do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde (MS), passam por rigoroso processo de análise para atestar sua qualidade e conformidade com os resquisitos legais antes de ser utilizada nas pessoas.

Ele esclareceu, também, que a fiscalização é feita lote a lote, de acordo com normas internacionais. Os laudos são enviados para o PNI, que distribui as vacinas para mais de cinco mil municípios do Brasil.

No Brasil é o INCQS que tem a responsabilidade oficial sobre a fiscalização e o controle de qualidade dos imunobiológicos.

Em casos extraordinários, o Instituto recebe demandas também da Organização Mundial da Saúde (OMS) ou da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), sobretudo para programas de vacinação na América Latina.

Além das análises laboratoriais, o INCQS coopera na atualização da legislação específica e desenvolve estudos para o estabelecimento de padrões de referência para o controle de vacinas.