Publicado em 08/11/2018.
Por Penélope Toledo (INCQS/ Fiocruz)

Imagem de Divulgação

Após solicitação do Conselho Deliberativo (CD) do INCQS, o Conselho Técnico Administrativo (CTA) do Instituto foi retomado nos dias 16 e 25 de outubro, tendo como pontos de pauta: recurso orçamentário em capital, recurso orçamentário via emenda parlamentar e interface entre as áreas administrativa e finalísticas em cada departamento.

Participaram dos encontros o diretor do INCQS, Antonio Eugênio de Almeida; o vice-diretor de Gestão e Desenvolvimento Institucional (VDGI), Antonio Lima Ornelas; os chefes dos departamentos técnico-científicos, Fabio Amendoeira (Farcacologia e Toxicologia/ DFT), Lúcia Werneck (Imunologia/ DI), Regina Branquinho (Microbiologia/ DM), Adriana Sant’Ana (Química/ DQ); e o chefe do Departamento de Administração (DA), Rubem Vaz.

Sobre o orçamento em capital, foram discutidas as prioridades de gastos, preferencialmente em equipamentos, considerando-se os menores custos e as viabilidades de execução orçamentária no menor prazo.

Já com relação a interface entre as áreas administrativa e finalísticas, cada chefe indicou um ponto focal de seu departamento com a Gestão, isto é, uma pessoa responsável por estabelecer o elo entre as questões administrativas, sobretudo nos processos de aquisição de materiais. Também será feita uma avaliação interna das demandas e temáticas de cada área.

Satisfeito com o resultado da reunião, Antonio Ornelas destacou a importância de o CTA voltar a acontecer, pois o último encontro havia sido em 2015:

“O Conselho Técnico Administrativo é a instância onde acontece o diálogo entre a Gestão e as áreas finalísticas, ajustando os fluxos e operacionalizando as ações nas áreas de compras, recursos humanos, serviço financeiro etc”, explicou.

A necessidade de retomar o CTA foi discutida na última reunião do Conselho Deliberativo (CD) do INCQS, em 10 de outubro.