Publicado em 07/11/2018.
Por Penélope Toledo (INCQS/ Fiocruz)

Foto: Marcos Paulo da Silva Sant´Anna (INCQS/ Fiocruz)

O câncer de próstata é muito comum nos homens, sobretudo após os 50 anos. Em geral, cresce lentamente e em grande parte das vezes, não produz sintomas em sua fase inicial. Por isto, é importante falar sobre ele. Por isto também, o INCQS se engajou na campanha internacional Novembro Azul, iluminando a sua fachada com as cores da campanha, realizando uma palestra sobre o tema - que será no dia 14 deste mês, - disponibilizando em seu site um link com informações e incentivando seus profissionais a trabalharem vestidos de azul.

Arte: Leandro Pontes (INCQS/ Fiocruz)

A campanha Novembro Azul teve início na Austrália, em 2003, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro. Tem como objetivo alertar sobre a importância da auto-observação e do diagnóstico precoce, bem como superar o preconceito que paira sobre este tipo de doença.

Também é importante para desmistificar a necessidade de rastreamento (exame preventivo), porque os danos são maiores do que se não fizer. Portanto, o paciente e o médico devem estar atentos aos sintomas, para possibilitarem o diagnóstico precoce e o tratamento.

Os principais sintomas são:

- dificuldade de urinar,

- demora em começar e terminar de urinar,

- sangue na urina,

- diminuição do jato de urina e

- necessidade de urinar mais vezes durante o dia e/ou à noite.

Para diminuir as chances do desenvolvimento da doença, seguem alguns cuidados: praticar atividade física regularmente; alimentar-se de forma saudável; manter o peso corporal adequado; evitar o consumo de bebidas alcoólicas e não fumar.

Em outubro, o INCQS havia se engajado na campanha Outubro Rosa, de combate ao câncer de mama.