Publicado em 12/11/2019.

Por Penélope Toledo (INCQS/Fiocruz)

Imagem de Divulgação

Com o objetivo de atualizar os conceitos e conhecimentos dos profissionais da área acerca dos diferentes métodos sorológicos empregados na detecção de doenças infecto contagiosas, profissionais do Laboratório de Sangue e Hemoderivados do Departamento e Imunologia (DI) do INCQS/Fiocruz ministraram o curso Métodos sorológicos empregados na detecção de doenças infecto-contagiosas, de 4 a 8 de novembro.

A Atualização consistiu em aulas teóricas e práticas, abrangendo as seguintes temáticas: histórico dos diferentes métodos sorológicos para detecção de doenças infecto contagiosas como HIV, Hepatites B e C, Dengue, Zika, Chikungunya, entre outros; abordagem e conceitos; diferentes métodos; fatores que influenciam nos resultados dos testes sorológicos; estudos de desempenho, tais quais sensibilidade, especificidade, reprodutibilidade, repetibilidade, precisão e acurácia; e uso correto de padrões nacionais e internacionais.

Já as aulas práticas foram sobre o teste ELISA (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay), que permite a detecção de antígenos e anticorpos específicos; Teste Imunocromatográfico, para a detecção qualitativa e diferencial de anticorpos; Imunofluorescência Indireta e VDRL (Venereal Disease Research Laboratory), para identificação de pacientes com sífilis.

O curso foi coordenado por Marisa Adati e Helena Guedes, que também ministraram as aulas, juntamente com Álvaro Ribeiro, Danielle Custódio e Roberto Machado.