Publicado em 08/10/2019.

Por Penélope Toledo (INCQS/Fiocruz)

Fotos: Pedro Paulo Gonçalves (INCQS/ Fiocruz)

Consciente da visão ampliada de saúde, que envolve o bem estar físico, mental e social, o INCQS/Fiocruz promoveu, de maio a agosto de 2019, o Programa do Circuito Saudável 2019, voltado para a promoção da qualidade de vida de seus trabalhadores. O projeto consistiu em iniciativas de incentivo à adoção de hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e prática esportiva.

No início do programa, foram inscritos 64 trabalhadores, dos quais, 22 foram selecionados para participarem.

O programa foi composto por atividades diversas, algumas abrangendo só profissionais inscritos do Instituto, outras abertas para profissionais de outros departamentos do INCQS, com a participação dos profissionais do Centro de Vida Independente do Rio de Janeiro (CVI).

Dentre as ações específicas para os inscritos, foram realizados exames médicos, acompanhamento nutricional e psicológico, atividades físicas e oficinas culinárias.

Na primeira fase foram promovidas palestras educacionais e rodas de conversas, tais quais Mitos e verdades sobre a alimentação e Exercício físico, saúde e qualidade de vida.

Após o término do programa, a equipe do Circuito Saudável continua com acompanhamento individual com cada candidato analisando a evolução de cada um em sua saúde e hábitos nutricionais.

Participantes aprovam Programa do Circuito Saudável:

Rene Carlos Antunes, do Departamento de Microbiologia (DM) do INCQS, destacou a importância de como se alimentar:

“Foi muito bom, porque eu tinha dificuldade para me alimentar e o programa foi essencial para eu entender o que é bom para a minha saúde. Equipe nota 10”, declarou.

Janaina Leal, da Biblioteca do INCQS, concordou e completou:

“As atividades me ajudaram a melhorar a minha alimentação. Além disto, os profissionais foram sempre atenciosos, fazendo com que eu me sentisse amparada e com isso, o meu astral e a minha disposição também melhoraram. Só tenho a agradecer, foi muito enriquecedor”.

Pedro Paulo Gonçalves, da Secretaria da Direção do INCQS, contou que se alimentava mal, mas que com a participação no programa, compreendeu os malefícios que alguns produtos fazem no organismo e mudou seus hábitos:

“Eu era viciado em refrigerante como: Coca Cola, sanduíche Mc Donald. Agora diminuí o consumo e troquei o açúcar normal pelo mascavo, e estes produtos não me fazem mal. Para melhorar, perdi 2k e tive redução na circunferência abdominal, além de ganhar qualidade de vida e melhorar a minha saúde”, comemorou.