Publicado em 19/10/2018.
Por Maria Fernanda Romero (INCQS/ Fiocruz)

size 590 e commerceImagem de divulgação

O Serviço de Administração de Materiais (SAM/DA) do INCQS anunciou nesta quarta-feira (17) a breve entrada em operação do Sistema de Planejamento de Gerenciamento e Contratações (PGC), uma nova ferramenta de gestão que tem como objetivo aprimorar o planejamento das aquisições no âmbito da administração pública, o que trará significativas mudanças para o Instituto.  A utilização do PGC foi facultativa em 2018, mas será obrigatória a partir de 2019.

O PGC será utilizado nas aquisições de bens, contratações de serviços e obras e soluções de tecnologia da informação. Com a implantação da ferramenta, toda a Administração Pública Federal deverá elaborar e inserir no sistema seu respectivo Plano Anual de Contratações, contendo todo o detalhamento do que deverá ser comprado no ano seguinte.

"Essa ferramenta vai fortalecer nossa fase de planejamento, melhorar a gestão para tomada de decisão e estabelecer estratégias de identificação dos riscos inerentes de logística governamental. Além de ser uma oportunidade de ganho de escala, por meio do compartilhamento e centralização das contratações", afirmou Welington Roberto Silva de Lima, chefe do Serviço de Administração de Materiais.

Welington reforçou a importância dos departamentos transmitirem as informações em tempo hábil, com o intuito de possibilitar a efetivação das compras dentro do ano corrente. O Departamento de Administração também encaminhará, para todas as áreas do Instituto, um modelo de Estudo Preliminar e Mapa de Gerenciamento de Riscos com o objetivo de ajudar no preenchimento das informações exigidas pelo PGC.

Na ocasião, Antonio Lima Ornelas, vice-diretor de Gestão e Desenvolvimento Institucional do INCQS, que também participou do encontro, informou que a partir de 1º de julho de 2019, o Instituto terá um novo sistema para gerenciamento das aquisições, em substituição ao LICITAWEB, utilizado atualmente. O vice-diretor indicou que planejar é a palavra de ordem neste momento.

"Precisamos criar a cultura do planejamento. É estratégico: vamos aumentar a eficiência nas contratações e utilizaremos melhor nossos recursos internos e externos", concluiu.

Saiba mais sobre o PGC aqui